Cidades cegas

O que queremos para nossas cidades? Será que as normas de uso e ocupação do solo refletem nossos desejos? Aparentemente não, uma vez que são cada vez mais comuns espaços configurados por fachadas cegas e praticamente nenhuma interação entre espaços abertos públicos e os espaços edificados. … Continue lendo… →

Pesquisa CNI Ibope sobre o trânsito

Em agosto, a Confederação Nacional das Indústrias publicou uma pesquisa realizada pelo Ibope sobre a locomoção urbana. Os resultados principais estão reproduzidos neste post, com alguns comentários adicionais sobre a diferença entre a realidade e as políticas de mobilidade. … Continue lendo… →

Sobre a 4ª ponte de ligação entre a ilha de Santa Catarina e o Continente em Florianópolis

Texto apresentado ao Secretário de Infraestrutura de Santa Catarina em 28/11/2011 pelo prof. Sergio Torres Moraes, em debate promovido pelo PET arquitetura UFSC e PET geografia UDESC. Com a apresentação do projeto para uma 4ª ponte de ligação entre a ilha de Santa Catarina e o Continente, o Governo de Santa Catarina incentivou um extenso … Continue lendo… →

Villa Savoye

Saindo um pouco das questões estritamente urbanas, gostaria de compartilhar com todos minhas fotos da Villa Savoye, projeto de Le Corbusier construído entre 1928 e 1931.

As fotos estão disponíveis na minha página no FlickR sob uma licença Creative Commons (é permitido usá-las desde que citada a fonte e não seja para fins comerciais). São 57 fotos no total. … Continue lendo… →

Planejamento Estratégico da Wikimedia

Para quem se interessa por planejamento estratégico, vale a pena dar uma olhada na página que sintetiza as estratégias da Wikimedia, fundação responsável pela Wikipedia. Ela lista as principais metas para os próximos anos, explica sua importância e mostra as ações e os indicadores de desempenho necessários para que elas sejam alcançadas. … Continue lendo… →

Houston: paraíso dos automóveis

Essa imagem é impressionante: nela podemos ver a primazia do automóvel na constituição do espaço urbano levada ao seu extremo, bem como os resultados espaciais obtidos por essa visão de desenvolvimento. Você gostaria de morar numa cidade assim? Caminhar pelas suas ruas num tranquilo passeio no fim-de-semana? … Continue lendo… →