John Peponis: Espaço, Cultura e Desenho Urbano

Neste artigo, já considerado um clássico no campo da Sintaxe Espacial, John Peponis faz uma crítica às “teorias” urbanísticas pós-modernas e mostra que, apesar dessas abordagens criticarem pesadamente os princípios modernistas, pouco fizeram para avançar nosso conhecimento sobre a cidade e sua dinâmica sócio-espacial. … Continue lendo… →

Villa Savoye

Saindo um pouco das questões estritamente urbanas, gostaria de compartilhar com todos minhas fotos da Villa Savoye, projeto de Le Corbusier construído entre 1928 e 1931.

As fotos estão disponíveis na minha página no FlickR sob uma licença Creative Commons (é permitido usá-las desde que citada a fonte e não seja para fins comerciais). São 57 fotos no total. … Continue lendo… →

Christopher Alexander – A cidade não é uma árvore

Christopher Alexander é um arquiteto austríaco criado na Inglaterra que desde 1958 mora nos Estados Unidos. Sua extensa obra inclui um pequeno artigo chamado “The city is not a tree” publicado em 1965 na Revista Architectural Forum que, apesar do pequeno tamanho, teve (e ainda tem) grande impacto no pensamento urbanístico, corroborando muitas das idéias … Continue lendo… →

O Modernismo já dizia…

É preciso exigir dos construtores uma planta demonstrando que no solstício de inverno o sol penetrará em cada moradia, no mínimo 2 horas por dia. Na falta disso será negada a autorização para construir. Introduzir o sol é o novo e o mais imperioso dever do arquiteto. (LE CORBUSIER, Carta de Atenas, 1935 – ponto … Continue lendo… →

O surgimento do planejamento urbano

O planejamento surgiu como uma resposta aos problemas enfrentados pelas cidades, tanto aqueles não resolvidos pelo urbanismo moderno quanto aqueles causados por ele. A expressão “planejamento urbano” vem da Inglaterra e dos Estados Unidos, e marca uma mudança na forma de encarar a cidade e seus problemas. Uma modificação importante refere-se ao reconhecimento do fenômeno … Continue lendo… →

As origens do planejamento urbano

As raízes do planejamento urbano remontam ao trabalho dos primeiros urbanistas, que se insurgiram contra as conseqüências advindas da intensa urbanização causada pela Revolução Industrial (HALL, 2002, CHOAY, 2003). Essas cidades acabaram sendo tomadas pelas edificações, gerando um ambiente urbano insalubre, sem condições mínimas de infra-estrutura que pudesse dar conta da densidade instalada. Assim as … Continue lendo… →