Organização e produtividade para planejadores – parte #1

Este post está um pouco “off-topic”, mas acho importante abordar o lado mais prático do planejamento, que normalmente é pouco trabalhado nos cursos de graduação. Afinal, grande parte do trabalho dos planejadores é elaborar relatórios, documentos e textos, e para isso um pouco de organização pode ser de grande valia. Por isso, pensei em compartilhar … Continue lendo… →

Curso de regularização fundiária – Pólis

Ajudando a divulgar… O Instituto Pólis convida a tod@s interessados a participarem do curso: “Regularização Fundiária de assentamentos informais”. O curso pretende analisar os marcos referenciais das políticas, da legislação e dos instrumentos da regularização fundiária de assentamentos informais nos municípios. Serão abordados: os fundamentos da regularização fundiária com base na nova ordem legal urbanística; … Continue lendo… →

Decisões em grupo: vai encarar?

Decisões em grupo nunca são fáceis. Mesmo em grupos pequenos e homogêneos sempre surgem discordâncias, pontos de vistas diferentes e até mesmo brigas. Em um processo mais amplo, a complexidade e as dificuldades crescem exponencialmente. Algumas dessas dificuldade foram identificadas por Karacapilidis e Pappis (1997): Se no Brasil é difícil, imagine na China… As decisões … Continue lendo… →

Advocacy planning

O artigo “Advocacy and pluralism in planning“, publicado originalmente em 1965, pode ser considerado um dos grandes clássicos da teoria do planejamento. Para comprovar isso, basta notar que praticamente todas as compilações recentes de textos sobre planejamento o incluem. Nele, Paul Davidoff faz uma defesa do pluralismo no planejamento urbano, entendido como a possibilidade de … Continue lendo… →

Kevin Lynch e a imagem da cidade

Kevin Lynch é um dos grandes autores do Urbanismo, responsável por uma das obras mais famosas e mais influentes: A Imagem da Cidade. Nela, ele destaca a maneira como percebemos a cidade e as suas partes constituintes, baseado em um extenso estudo em três cidades norte-americanas, no qual pessoas eram questionadas sobre sua percepção da … Continue lendo… →

Outorga Onerosa do Direito de Construir

A Outorga Onerosa é um dos instrumentos regulamentados pelo Estatuto da Cidade, apesar de já ser utilizada em muitos municípios antes mesmo da aprovação do EC. É um instrumento que tem gerado muitas dúvidas na sua implementação e mesmo na sua concepção e previsão dentro do plano diretor. Funcionamento da outorga A Outorga Onerosa do … Continue lendo… →

O surgimento do planejamento urbano

O planejamento surgiu como uma resposta aos problemas enfrentados pelas cidades, tanto aqueles não resolvidos pelo urbanismo moderno quanto aqueles causados por ele. A expressão “planejamento urbano” vem da Inglaterra e dos Estados Unidos, e marca uma mudança na forma de encarar a cidade e seus problemas. Uma modificação importante refere-se ao reconhecimento do fenômeno … Continue lendo… →

As origens do planejamento urbano

As raízes do planejamento urbano remontam ao trabalho dos primeiros urbanistas, que se insurgiram contra as conseqüências advindas da intensa urbanização causada pela Revolução Industrial (HALL, 2002, CHOAY, 2003). Essas cidades acabaram sendo tomadas pelas edificações, gerando um ambiente urbano insalubre, sem condições mínimas de infra-estrutura que pudesse dar conta da densidade instalada. Assim as … Continue lendo… →

O urbanismo

O urbanismo, enquanto disciplina, nasceu como uma reação aos problemas trazidos pela Revolução Industrial. Após a intensa industrialização experimentada nessa época, as cidades sofreram um enorme crescimento populacional ocasionado principalmente pelo êxodo dos trabalhadores rurais em direção às cidades, em busca de empregos e melhores condições de vida. Isso ocasionou uma grande deterioração da qualidade … Continue lendo… →