Lançamento do Livro Planejamento & Urbanismo na Atualidade Brasileira: objeto teoria prática

Será lançado no próximo dia 09 o livro “Planejamento & Urbanismo na Atualidade Brasileira: objeto teoria prática”, organizado por Suely Gonzales, Jorge Francisconi e Aldo Paviani. Haverá uma mesa redonda com os autores às 15h00 e o lançamento propriamente dito às 18h00, no Centro Cultural Banco do Brasil, em Brasília. Um dos capítulos é meu em coautoria com Vinicius Netto e chama-se “A Urgência do Planejamento”. … Continue lendo… →

Livro Estatuto da Cidade: os desafios da cidade justa

Este livro foi lançado no final de 2011 e apresenta artigos de diversos pesquisadores brasileiros sobre o Estatuto da Cidade e os desafios enfrentados na busca por cidades mais justas. Veja neste post um texto de apresentação feito pelos organizadores, e o prefácio do livro, que foi escrito por mim. … Continue lendo… →

Cidades cegas

O que queremos para nossas cidades? Será que as normas de uso e ocupação do solo refletem nossos desejos? Aparentemente não, uma vez que são cada vez mais comuns espaços configurados por fachadas cegas e praticamente nenhuma interação entre espaços abertos públicos e os espaços edificados. … Continue lendo… →

Artigo “Urgência do planejamento” na Arquitextos

Eu e o Prof. Vinicius de Moraes Netto, da Universidade Federal Fluminense (UFF), acabamos de publicar um artigo na revista Arquitextos fazendo uma crítica aos instrumentos atuais mais utilizados pelo planejamento urbano. Nele destacamos algumas incoerências entre a dinâmica urbana e esses instrumentos, que por isso acabam tendo eficácia limitada e às vezes até mesmo sendo nocivos à vida urbana. … Continue lendo… →

Fernando Lara: o porquê das enchentes

Ótimo texto do Prof. Fernando Lara sobre as inundações. Um pequeno trecho aqui: A causa? Importamos um padrão de urbanização dos nossos colonizadores ibéricos que é inviável no Brasil, onde a chuva anual varia de 1.000mm a 1.600mm. Em áreas populosas e urbanizadas, como o Sudeste brasileiro (80 milhões de habitantes), a chuva se concentra … Continue lendo… →

As armadilhas da definição do zoneamento e das densidades populacionais urbanas

Este post surgiu motivado por algumas discussões realizadas no âmbito da definição do plano diretor de Florianópolis, no detalhamento do macrozoneamento proposto pela Fundação CEPA. Consideramos essencial que algumas questões técnicas sejam devidamente esclarecidas para que a população não fique à mercê de argumentos falaciosos e/ou omissos, que podem estar escondendo intenções não declaradas. Nesse … Continue lendo… →

Macrozoneamento

Um dos instrumentos mais importantes dos planos diretores é, na minha opinião, o macrozoneamento. Esse conceito, apesar de não ser novo, ganhou especial importância a partir do Estatuto da Cidade e, principalmente, a partir das discussões realizadas Brasil afora sobre seus princípios e instrumentos (uma vez que a palavra “macrozoneamento”, propriamente dita, não é citada … Continue lendo… →

Cursos gratuitos no Instituto Lincoln

O Instituto Lincoln está oferecendo vários cursos on-line gratuitos, sobre diversos assuntos ligados ao planejamento urbano, incluindo SIG, cadastro técnico multifinalitário e mercado de solos. Vale a pena conferir. Conheça a seguir as opções.

A visão tradicional de planos diretores

Este post comenta algumas características dos planos diretores tradicionais, tais como a ênfase no zoneamento, o caráter tecnocrático, a falta de visão estratégica e a negligência com relação à cidade informal. … Continue lendo… →