Contribuições

Se você deseja contribuir com o Urbanidades, envie seu artigo para contato [arroba] urbanidades.arq.br. Dependendo da quantidade de artigos enviados, certamente não vou conseguir ler todos sozinho. Nesse caso, vou avaliar a possibilidade de repassá-los a colegas de confiança que, desta forma, vão funcionar como uma espécie de “corpo editorial”.

Os seguintes aspectos serão avaliados para decidir sobre a publicação ou não do artigo:

  • O tema deve ser afim aos temas do blog: urbanismo, planejamento urbano e planos diretores. Artigos que façam revisões gerais serão preferidos àqueles que tratarem de tema excessivamente específico.
  • O artigo deve ser escrito em linguagem acessível e evitar termos técnicos não consagrados. Na impossibilidade de isso ser feito, os conceitos devem ser explicitamente definidos.
  • Sempre que possível, indique as referências bibliográficas que suportam as idéias do texto. De preferência, com links para versões on-line.
  • Busque imagens que possam auxiliar o entendimento e ilustrar o que está sendo discutido.
  • Para artigos mais longos, procure dividi-lo em seções, de forma a facilitar a leitura.

Lembre-se que a contribuição é não remunerada. Entretanto, os autores serão creditados e receberão um link no artigo publicado para seu blog ou website, caso desejem.

11 thoughts on “Contribuições”

  1. gostaria de saber o que vocês tem a falar sobre masdar nos emirados árabes!
    será que é uma boa forma de cidade ou é algo artificial e travado demais???
    uma cidade não merece mas liberdade no seu desenvolvimento??

  2. Por enquanto não tenho nenhum artigo. Mas gostaria de alguma indicação sobre o tamanho ótimo dos prédios para as cidades. Vejo que os espigões estão dominando todas as nossas cidades. São Paulo é o exemplo caótico do uso e abuso disso. Por isso, indago se vocês poderiam me indicar algum texto que trate sobre o tema: tamanho ótimo dos prédios (Eu tenho uma regra ad hoc: 6 andares só que não sei como justificá-la em termos técnicos)

    1. Olá!
      Já ouvi que até 6 andares é possível manter interação do último andar com a rua, mas não sei dizer qual a referência exata. O Christopher Alexander, no Linguagem de Padrões, defende até 4 pavimentos.

    2. O Jan Gehl em “Cidades para pessoas”, faz colocações interessantes. Ele defende que a integração dos usuários ao espaço urbano é a chave para uma cidade viva, segura, sustentável e saudável. Nesse sentido, argumenta que até o quarto andar o individuo se integra perfeitamente à dinâmica urbana no nível do solo. Daí para cima, vai-se perdendo cada vez mais esse contato.
      Em grandes centros urbanos, a necessidade de diluição dos custos de infraestrutura e manutenção, e a crescente carência de moradias urbanas justificam a verticalização para mais andares. O que enseja uso de estratégias para não “sufocar” o espaço urbano.

  3. Estou trabalhando com loteamentos e tenho várias dúvidas sobre equipamentos comunitários e Elup. Como fazer um loteamento,economizando os espaço,EC e Elup deixando mais areas para ser loteada nos loteamentos?
    Se alguém saberia me informar qual universidade tem pós sobre Planejamento Urbano.
    Aceito sugestão de livros sobre esse tema.

  4. O GDF opta pelo Adensamento Populacional. Gostaria de ver comentado o ADENSAMENTO DO DF. A atual equipe de Arquitetura e Urbanismo do GDF. Incrível, mas, a área tombada tem o mesmo tratamento.
    A LUOS – lei de uso e ocupação do solo, em projeto, deveria tratar da OUTORGA ONEROSA. O GDF parece optar pelo liberdade da ocupação irregular, inclusive do espaço aéreo. Incrivelmente à mobilidade urbana é ignorada, notadamente o deficitário transporte coletivo de DF e entorno. O PPCUB é uma inconita.

  5. Olá, enviei um texto meu para possível contribuição e até agora não recebi nenhum tipo de resposta. Mesmo se o texto for considerado incompatível receberei um e-mail de feedback? Obrigada.

    1. Olá, Marina!
      Recebemos seu texto e vamos analisá-lo. Assim que tivermos uma resposta, o mais breve possível, entramos em contato, ok?

      Muito obrigado pelo interesse em contribuir com o Urbanidades e desculpe pela demora em responder.

      Att,
      Renato.

  6. Boa tarde Renato Saboya….
    Gostei muito das publicações desta página e queria saber se o Urbanidades tem página Face? Vc envia as matérias por e-mail?
    Creio que vc deveria dar mais visibilidade para o Urbanidades!!
    Agradeço a sua atenção…Arqª Cida

  7. OI GOSTARIA DE UMA AJUDA MORO EM ALVORADA DO OESTE RONDONIA E TEMOS UMA ARIA MUITO GRANDE QUE DA PARA CONSTRUIR UMA PRAÇA MAS NAO SEI O QUE FAZER.Nos ajude por favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *